CachorroCachorro engasgado, o que fazer?

12 de agosto de 2021by advivaosanimais0
https://vivaosanimais.com.br/wp-content/uploads/2021/08/cachorro-engasgado-como-fazer.jpg

Cachorro engasgado, o que fazer?

Antes de começar a falar sobre como socorrer um cachorro que está engasgado, é válido relembrar o porquê do engasgo acontecer. Com uma fisiologia semelhante com a nossa nesse sentido, o engasgo nos pets também vai ocorrer quando os líquidos ou os alimentos vão parar na traqueia, bloqueando assim a passagem de ar.

O funcionamento é o seguinte: da mesma maneira que os humanos, os cães possuem uma válvula que fica na parte superior da laringe que vai bloquear a passagem de alimentos durante a deglutição. Quando essa válvula permanece aberta, os líquidos ou os alimentos podem acabar indo para na laringe ao invés de seguirem para o esôfago. 

Com o objetivo de se proteger, o organismo começa a expelir jatos de ar com a finalidade de expulsar o objeto que está obstruindo o caminho. Assim, o cachorro ficará tossindo como se estivesse engasgado até que a respiração retorne ao normal. 

Como reconhecer se um cachorro engasgou?

cachorro engasgado oque fazer

De acordo com os veterinários e com os Cursos Online da área da medicina veterinária, não é muito comum que os cães se engasguem. Muitas vezes, os donos confundem os engasgos como tosse ou espirro, que são quadros totalmente diferentes. Entre os sinais que um cachorro está engasgando com água ou alguma outra coisa estão:

  • Agonia evidente;
  • Salivação em excesso;
  • Movimentação das patas em direção à boca;
  • Tentativa de vômito;
  • Língua arroxeada.

Em alguns casos mais graves, quando existe um bloqueio total da passagem de ar, a asfixia também poderá levar a desmaios e, às vezes, ao óbito. Portanto, nesses casos de suspeita de engasgo, é fundamental agir imediatamente com o objetivo de salvar o pet. Levar seu pet ao veterinário deve ser uma das atitudes a se tomar nestes momentos.

O que fazer quando o cachorro engasgar?

Todo mundo já passou por um engasgo alguma vez. Os engasgos colocam a nossa vida em risco e podem causar uma agonia muito grande. Em caso de engasgo em cachorro, muitas vezes não é possível aguardar o atendimento médico de um veterinário. 

É preciso agir imediatamente, com o objetivo de evitar quadros mais graves na vida do pet. É possível prestar os primeiros-socorros em casa, porém sempre com muito cuidado. Se você deseja aprender sobre primeiros socorros, indicamos que você faça um Curso sobre o assunto.

Na clínica veterinária, a veterinária lhe dará algumas dicas: inspecionar a boca do pet e analisar se tem alguma coisa presa na garganta dele. O caso pode ser que o cachorro possa estar engasgado com a ração. Em seguida, de maneira muito delicada e com a ajuda de uma pessoa próxima, tente retirar o objeto com a ajuda de uma pinça e de uma lanterna.

Outra técnica que é muito utilizada para socorrer os pets é a manobra de Heimlich. Ela funciona da seguinte maneira: segure o pet com as costas apoiadas em seu peito e, em seguida abrace-o com as mãos abaixo das costelas e faça força, pressionando para cima, com a finalidade de empurrar o objetivo que está trancando a via respiratória do pet.

É sempre válido mencionar que mesmo com o sucesso de desengasgar o cachorro, é fundamental levá-lo ao médico-veterinário. Pois, pode ter algum resquício do objeto na garganta.

Manobras que tem o objetivo de ajudar o seu animal engasgado

cachorro engasgado

Outra forma com o objetivo de deslocar o objeto que esteja obstruindo a garganta de seu pet é realizar algumas manobras.

Se o seu cachorro for pequeno, segure-o pelas patas traseiras e o levante, deixando a cabeça para baixo. Chacoalhe o animal delicadamente e veja se ele conseguiu expelir o objeto.

Se o seu cachorro for grande e for impossível suspendê-lo, segure ele pelas patas de trás e levante-as, mantendo as patas dianteiras no chão. Ficando atento para ver se o objeto foi expelido.

Como já mencionamos, mesmo que você consiga remover o objeto e o seu animalzinho esteja respirando normalmente, é muito importante levá-lo ao médico veterinário com a finalidade de ter a certeza de que o incidente não machucou a garganta.

Como evitar os engasgos em cachorros

É sempre importante prevenir do que remediar. Algumas situações podem fazê-lo que o seu cachorro possa engasgar, como quando no caso do cachorro engasgado com osso ou com a ração. A seguir, abordaremos alguns cuidados com o objetivo de evitar que seu amigo engasgue.

Primeiramente, troque o comedouro normal por um comedouro que seja lento. De acordo com os veterinários, comer rápido demais pode ser uma das principais causas do engasgo em um cachorro. Então, se seu amigo vem se engasgando com frequência, essa opção vai ajudar a diminuir o risco, assim evitando outros problemas, como, por exemplo: os soluços.

Busque evitar oferecer aos cães brinquedos, roupinhas e outros acessórios com penduricalhos sem a sua supervisão. Eles podem aumentar a chance de um engasgo, e podem acabar sendo ingeridos pelo pet, causando assim uma obstrução intestinal.

Ofereça sempre os ossinhos próprios para cachorros, que estão disponíveis em lojas. Os ossos de galinha quebram com muita facilidade e podem lesionar os órgãos do pet. Já os ossos de boi, uma vez cozidos ou assados, eles se tornam mais frágeis e porosos, o que não é recomendado para os cachorros.

Se você suspeita que o seu cachorro esteja se engasgando com muita frequência, leve-o para um médico-veterinário o quanto antes para analisar o que pode estar acontecendo com o seu pet. 

É possível que o seu cão esteja com algum problema, como tosse ou colapso da traqueia, que é muito comum em cães idosos de algumas raças. 

O bem estar de seu cachorro é muito importante para nós!

cachorro engasgado oque fazer

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *