CachorroDevo castrar meu cachorro?

26 de agosto de 2020by advivaosanimais0
https://vivaosanimais.com.br/wp-content/uploads/2020/03/caracteristicas-fisicas-do-bulldog-frances.jpg

A castração é um tema amplamente discutido por veterinários, que sempre deixam claro a importância da realização do procedimento.

No entanto, seja por falta de conhecimento ou pela crença em mitos, muitos tutores acabam deixando essa recomendação de lado, por não saberem da importância.

Se você faz parte do grupo que ainda se pergunta “devo castrar meu cachorro?”, este material foi desenvolvido para te ajudar, pois aqui serão tiradas todas as dúvidas a respeito do assunto.

Então, se deseja manter seu pet bem cuidado por meio da informação, continue agora mesmo sua leitura, pois o conteúdo será de seu interesse!

A importância da castração

Não é difícil escutar de veterinários a respeito da importância de realizar a castração nos animais domésticos, em específico para os gatos e cachorros.

No entanto, por mais que exista uma grande insistência sobre o assunto, ainda é muito grande o número de pessoas que não aderem ao procedimento.

Seja por pena do animal ou por não entenderem do assunto, não é difícil encontrarmos casos de cachorros já idosos que nunca foram castrados.

No entanto, a castração é importante para diversas questões, como:

  • Evitar o surgimento de doenças;
  • Evitar o cruzamento inadequado de raças;
  • Diminuir o número de animais abandonados nas ruas;
  • Entre outros.

Por todas essas razões, quem deseja viver em uma sociedade harmoniosa deve sempre buscar saber a respeito da castração e contribuir com a causa , entendendo cada vez mais o  por que devo castrar meu cachorro !

A importância da castração

Mitos a respeito da castração de cachorros

Embora a castração seja amplamente divulgada pelos médicos veterinários, o número de animais que não passaram pelo procedimento é grande em virtude da desinformação acerca do tema.

Existem muitos mitos inventados popularmente que acabam por desencorajar muitos tutores na realização do procedimento, como os seguintes exemplos:

“Após a castração o cão tende a ficar obeso”.

Mito! Não existe nenhuma relação entre a castração e o aumento de peso, visto que a gordura do animal depende exclusivamente de sua dieta e estilo de vida.

“A castração aumenta as chances de desenvolvimento de câncer no aparelho reprodutor do cão”.

Mito!!! Muito pelo contrário, existem estudos que comprovam que a castração reduz cerca de 90% do aparecimento de câncer no sistema reprodutor dos cachorros.

“A castração prejudica o sistema imunológico do cão”

Mentira! Não existe nenhuma relação entre a castração e o sistema imunológico dos cães, sendo assim não há risco maior deles ficarem doentes.

Desmistificar essas afirmações é muito importante para garantir que os tutores não acabem deixando o procedimento de lado.

Então, não deixe de divulgar os dados corretos, pois podem ser benéficos para muitos animais!

Devo castrar meu cachorro?

A esta altura é muito provável que você saiba a resposta para a famosa pergunta “devo castrar meu cachorro?”, mas caso ainda esteja na dúvida, a resposta é: sim, com certeza devo castrar meu cachorro!

Como vimos, a castração é um procedimento importante para diversas funções, devendo ser feita logo no início da vida dos animais.

Para quem deseja garantir que o pet se mantenha longe de doenças e de reproduções inadequadas, certamente é uma excelente iniciativa.

Quanto aos mitos que vimos anteriormente, esqueça todos eles, pois como foi possível conferir, não passam de informações equivocadas.

A partir desse momento, aproveite para divulgar o máximo possível de informação correta, pois assim é possível garantir o bem estar e segurança dos cães.

Devemos sempre nos lembrar que o alto número de animais de ruas se deve principalmente a ocorrência da procriação inadequada, que traz diversos prejuízos para a sociedade.

Então, faz parte da responsabilidade de todos nós a contribuição para que esta situação deixe de ocorrer, garantindo uma vida melhor para os bichinhos!

Cuidados necessários para uma castração segura

A castração é realmente um procedimento de grande importância, mas para que seja realmente benéfica devemos tomar alguns cuidados.

Estes cuidados visam garantir a segurança no procedimento, que quando feito de maneira inadequada pode trazer diversos riscos para a saúde do cão.

Por isso, compartilharemos agora duas dicas fundamentais para quem está pretendendo realizar o procedimento em seu pet.

Lembre-se de seguir as recomendações a risca, pois são a única garantia de que realmente tudo ocorrerá bem, sem nenhum prejuízo ao cachorro!

1. Faça o procedimento com um veterinário de confiança

Em virtude da desinformação, muitas pessoas acabam levando seus animais para serem castrados em qualquer local, sem a certeza de que este é realmente confiável.

Não podemos nos esquecer que este é um procedimento altamente invasivo, de forma que qualquer erro pode causar danos irreversíveis ao animal.

Por isso, faça a castração de seu cachorro apenas com um veterinário devidamente graduado e especializado.

Além disso, preste muita atenção ao ambiente onde será realizado o procedimento, pois locais pouco higiênicos podem trazer doenças ao seu pet.

Esta não se trata apenas de uma dica, e sim de uma conduta indispensável para garantir que o animal não sofra nenhum prejuízo durante o procedimento cirúrgico.

Se feito da forma certa, você notará que rapidamente seu cãozinho estará recuperado, sem nenhum efeito colateral ou dano à saúde.

Você pode pedir pela indicação de um veterinário a alguém de confiança, ou pode fazer uma pesquisa bem detalhada na internet, pois certamente encontrará uma boa opção!

1. Faça o procedimento com um veterinário de confiança

2. Se prepare para a etapa de pós-operatório

É comum pensarmos que a etapa mais crítica da castração é o momento da cirurgia, já que é quando o animal estará vulnerável.

No entanto, tão relevante quanto o próprio procedimento é o momento do pós-operatório, que deve receber os devidos cuidados.

É importante ressaltar que qualquer incisão é tida como estranha pelos cachorros, o que pode deixá-los incomodados, por isso é fundamental ter alguém sempre de olho, a fim de que o animal não mexa nos pontos.

Além disso, nesse momento seu pet precisará de muito repouso, de forma que será necessário auxiliá-lo em suas funções fisiológicas, como: alimentação, urina, fezes e tantas outras.

O ideal é que você tire alguns dias no pós-cirúrgico para olhar o seu pet, pois assim ficará mais garantido que ele esteja totalmente livre de riscos.

Depois desse período finalmente chegará o melhor momento, pois seu cão estará recuperado e devidamente protegido dos riscos que a ausência da castração pode trazer!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *