Adestramento de cãesCachorroQual é a responsabilidade do tutor no adestramento de seu cão?

22 de abril de 2022by Michele Leite0
https://vivaosanimais.com.br/wp-content/uploads/2022/04/Qual-é-a-responsabilidade-do-tutor-no-adestramento-2.jpg

Cães são sem dúvida nenhuma os animais número um quando o assunto é escolher um pet. Praticamente todo mundo que já teve um animal de estimação já teve um cãozinho para cuidar em algum momento.

Eles são seres que realmente trazem alegria para a casa e que contagiam o ambiente de uma maneira mágica. Entretanto, infelizmente muitos donos não sabem a maneira correta de guiar o cão em sua fase de crescimento.

Mesmo que apostem em cursos online de adestramento, dificilmente colocam em prática por falta de interesse.

Mas delegar a tarefa do adestramento para outra pessoa também não é garantia de que as coisas irão andar tão bem quanto você pensa. Afinal de contas, o tutor do animal também precisa ter parte ativa em todo o processo.

Hoje gostaríamos de falar um pouco mais sobre qual é a responsabilidade do tutor no adestramento de seu cão. Vamos conferir?

Qual é a responsabilidade do tutor no adestramento de seu cão

Então, o envolvimento do tutor durante o adestramento é essencial e pode fazer parte em todas as etapas do processo. Muitas pessoas possuem pouco tempo livre para estar com o seu cachorro e assim compartilhar do momento específico do adestramento pode ser difícil.

Entretanto, sempre que possível é extremamente benéfico que o tutor esteja em todo o processo de adestramento. Ainda que ele ocorra poucas vezes na semana.

Isto gera uma maior sensação de confiança para o animal, e muitas vezes até facilita o trabalho do adestrador profissional.

A presença do tutor também faz com que ele possa entender melhor todas as instruções e o processo que está sendo adotado. Então, quando estiver em casa será muito mais fácil guiar os seus pets durante os passos principais do dia a dia.

Educação contínua

Um animal não terá o mesmo empenho para aprender certas coisas do que humanos. Por isso, é importante pensar que você vai ter que reforçar tudo o que for aprendido durante as sessões de adestramento do animal.

Algumas vezes pode demorar mais, outras menos, mas o trabalho fora da sessão é crucial para a fixação dos comportamentos e aprendizado mais rápido. Se você quer seu cão bem adestrado, então precisa aprender a trabalhar todos os conceitos constantemente com ele.

Cuidado com péssimos profissionais

Outro ponto muito importante é que ter um certificado de adestrador não necessariamente torna a pessoa um bom profissional. Muitas vezes encontramos com alguns “profissionais” que aprendem de qualquer maneira e tentam realizar estratégias problemáticas com os pets.

Por exemplo, você precisa estar atento se o adestrador vai tentar agredir o animal por um comportamento inadequado. Isto é mais comum do que parece e infelizmente só gera danos para o seu animal, e muitas vezes traumas que não vão embora muito facilmente.

Além disso, é importante saber se o local em que o cachorro está realmente tem condições de abrigar o animal. Afinal de contas, muitos preferem atender os animais em suas casas, mas as condições podem ser insalubres.

E claro, às vezes o excesso de animais no mesmo local pode levar a situações de estresse para seu pet, e não raramente ocorrem brigas entre os animais envolvidos.

Outra coisa importante é se preocupar com a quantidade de petiscos que estão sendo servidos. 

Afinal de contas, é importante que você evite que seja dado em excesso, pois muitos animais irão desenvolver um ganho de peso problemático e até mesmo há o risco de você acabar com um problema sério de gastrite.

Oriente possíveis problemas de saúde

Um adestrador dificilmente será um veterinário, ele pode até ter um conhecimento básico sobre saúde animal, mas muitas vezes não terá um conhecimento muito amplo ou profundo sobre o assunto.

Por isso, é crucial que seu tutor esteja em dia com as informações de saúde do seu pet para poder repassar os pontos mais importantes para o adestrador.

Um exemplo bastante simples é se o animal possui algum tipo de dieta restritiva. Você não sabe exatamente qual tipo de petisco será utilizado como recompensa no processo de adestramento.

Dizer quais ele não pode comer é um excelente ponto de partida para quem deseja começar de maneira eficiente e segura.

Não delegue o cuidado do cão

Tudo bem que nossa agenda pode estar um pouco apertada às vezes. Entretanto, é importante dizer que você não deve de maneira nenhuma ignorar a necessidade de ter um convívio com o seu pet.

Seu adestrador não será o novo tutor do seu animal, e os passeios e atividades recreativas ainda são suas responsabilidades.

Quem não tem um cuidado próximo com o seu animal pode acabar realmente deixando o seu animal sofrer bastante, e até mesmo desenvolver doenças como a depressão.

Isto também se reflete na alimentação do animal, que pode tanto parar de comer e assim desenvolver síndromes metabólicas que deixam seu sistema imunológico deficitário, como também podem aumentar o peso da pessoa e atrapalhar outras regiões do corpo.

Então, ter um momento e um convívio de qualidade com seu animal realmente não é a coisa mais fácil do mundo, mas fazer o tempo é essencial para quem pensa na qualidade de vida do seu amigo.

Considerações finais

Como você pode ver, o tutor também é parte integrante de todo o processo de adestramento do animal. Se você realmente quiser ter bons resultados no total, é importante que você se preocupe com todo o processo.

Ser parte ativa desta atividade vai fazer com que você e seu pet se sintam ainda mais unidos e em sintonia. Por isso, aproveite esta oportunidade para criar um vínculo ainda mais profundo e reforçar tudo o que for aprendido e ensinado durante este processo.

Investir em conhecimento através de E-books . por conta própria, para assim entender melhor o processo de adestramento, acaba sendo realmente uma maneira eficaz de conseguir resultados no longo prazo.

Muito tutores tem conseguido adestrar seu cão em casa , dentro do horário que você puder e desejar através de nosso E-book Adestrando Meu Pet em Casa, uma maneira muita mais barata, muita mais eficaz, trazendo conforto absoluto para seu cão e restaurando ainda mais o vinculo entre tutor e cão.

QUER CONHEÇER NOSSO EBOOK- CLIQUE AQUI E CONFIRA!

Então por hoje é isso, esperamos que você tenha aprendido qual é a responsabilidade do tutor no adestramento de seu cão. Mas se ainda houver alguma dúvida sobre o assunto, estamos à disposição nos comentários, ok?

Até a nossa próxima dica!

ADES

O bem estar se seu pet é muito importante para nós!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *