CachorroVocê sabe o que é pedigree?

7 de dezembro de 2020by advivaosanimais0
https://vivaosanimais.com.br/wp-content/uploads/2020/12/o-que-é-pedigree-capa.jpg

Você sabe o que é pedigree? Entenda o que significa, importância e como obter

Independentemente do tipo de cachorro que você tenha, provavelmente já escutou falar alguma coisa sobre pedigree. A maioria das pessoas acreditam que é apenas uma definição para dizer que o animal é de uma raça pura. Mas não é apenas isso, você sabe o que é pedigree? O pedigree é um documento muito importante que garante a linhagem do pet e ainda serve como um título de propriedade para o tutor. Legal, não é?

Entretanto, para conseguir esse documento, o animal precisa vir de uma linhagem de cães sem nenhuma mistura. E um cachorro com pedigree pode ter o valor triplicado em comparação a um cão sem esse documento. Ficou curioso para entender um pouco mais sobre o assunto? Acompanhe este texto até o final. Vamos lá!

O que significa pedigree?

O que é pedigree

De acordo com o dicionário Aurélio, o pedigree é uma linhagem ou genealogia de um animal de raça e pode ser também o documento que confirma essa linhagem pura. O pedigree pode ser usado para alguns tipos de animais, principalmente cavalos, cães e também os gatos. Essa é a definição mais clara sobre o termo. 

O pedigree é ainda um certificado de registro (CR) oficial do cachorro ou gato, que vale oficialmente em todo território nacional e comprova ainda que você é realmente o tutor daquele bichinho. Sendo assim, ele serve como um título de propriedade, que você pode apresentar em aeroportos, eventos e para outros fins. Muitas pessoas comparam o pedigree como se fosse o RG do animal. Pronto agora você sabe o que é pedigree, então vamos te contar qual a importância do pedigree.

Qual a importância do pedigree?

Existem dois principais motivos que mostram o porquê você deve adquirir o pedigree para o seu cachorro. O primeiro deles é que caso você deseje inscrever o pet em alguma competição canina nacional ou até mesmo internacional. A maioria das instituições que organizam esses eventos não autorizam que o cachorro participe sem que possua um pedigree, pois eles aceitam apenas cães de raça pura, sem nenhuma alteração de cor ou tamanho, por exemplo. 

E ainda, é muito interessante para o tutor poder conhecer a árvore genealógica do peludo, pois dessa maneira você pode saber mais sobre suas origens. Ao verificar que o seu cachorro é de uma raça pura, você terá como saber as doenças da raça, personalidade e muitas outras condições genéticas para conseguir criar o pet de maneira plena e até mesmo sem nenhuma surpresa futura. 

Tipos de pedigree e como é o documento?

O documento conta com informações como: 

  • Nome do filhote
  • Raça
  • Sexo
  • Cor
  • Data de nascimento
  • Número de registro
  • Nome do criador
  • Nome do proprietário
  • Data de registro

Ele também informa todos os traços genéticos até a terceira geração do pet, ou seja, possui os registros dos pais, avós e bisavós. Confira os tipos de pedigree:

RG (pedigree azul): no Brasil, o RG só pode ser concedido aos cães cuja árvore genealógica esteja registrada no CBKC (Associação Brasileira de Cinófila ou Kennel Club do Brasil) ou na FCI (Federação Internacional de Cinófila), caso seja um cachorro importado.

RS (pedigree verde): pode ser solicitado pelos cachorros importados os quais os antepassados são reconhecidos por outras entidades internacionais que não sejam a FCI. Nesse caso, o CBKC nacionaliza o cãozinho e entrega ao seu tutor o RS, o qual deve constar sua árvore genealógica com os correspondentes registros de “pureza racial”.

CPR (pedigree marrom): pode ser solicitado pelos tutores dos cães os quais os progenitores não estão registrados nas sociedades caninas (FCI, CBCK ou outras). Para isso, o cachorro deverá ser examinado por juízes especializados em raças caninas para confirmar se cumprem com os padrões estabelecidos internacionalmente.

Como obter o pedigree ?

O que é pedigree 2

Ao contrário do que você deve estar pensando, não é um documento caro de se obter e ele deve ser oferecido pelo canil de onde vier seu pet.  A Confederação Brasileira de Cinófila (CBKC ) é o único órgão do país que pode emitir esse certificado. O canil deve ser o responsável por dar entrada no pedido mesmo antes do nascimento da ninhada, de forma que os cachorros já nasçam com o pedigree.

Se você tem um pet sem o registro, você pode fazer o RI (registro inicial). Basta ir até um Kennel Club onde o bichinho será avaliado para atestar que ele é de raça pura. Vale lembrar que não são todos os cachorros que podem ter o certificado, apenas aqueles que possuem a raça registrada no CBKC, que totalizam cerca de 350 raças.

Boa sorte!

Agora você sabe o que é pedigree ,então compartilhe este post com quem também gostaria de saber o que é pedigree!

Abraços e até a próxima!

Texto escrito em parceria com a redatora Ana Luíza.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *